Categories: Vivência na fé Tags: , , , , , , , Deixar um comentário

Os Santos Arcanjos

Misteriosa e poderosa é a ajuda que todos nós, do início ao fim da vida, recebemos dos anjos. Por isso a Igreja celebra a existência desses seres espirituais e festeja, de modo particular, a memória dos arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael, no dia 29 de setembro.

Os anjos são criaturas não-corporais, que contemplam e servem a Deus, mas também são designados para nos acompanhar, cooperando com o desígnio divino da salvação. Conhecemos três deles de modo especial graças às suas participações na Sagrada Escritura, mas ainda hoje, continuamos a usufruir das suas proteções e amparos. São Padre Pio de Pietrelcina, grande devoto dos anjos, não deixava de incentivar seus fiéis a “cumprimentar São Miguel e se colocar sob a proteção dele”.

A Igreja, então, nos coloca à disposição esses santos e vigorosos anjos, celebrando e encorajando a devoção angélica. Tão úteis ao povo de Deus desde a criação até hoje, podemos aprender com esses mensageiros divinos a perscrutar nossa própria história e meditar nossa disposição como criatura – assim como eles – ao serviço e à comunhão com Deus.

Miguel é aquele que comandou e venceu a luta contra os demônios rebeldes quando estes decidiram não servir. O arcanjo, que viria a ser conhecido como Príncipe das Milícias Celestes, não se acanhou em defender a verdade. Levantou-se, apoiando-se não em suas forças, mas na força Daquele que inspira seu nome, e bradou: quem como Deus?

A pergunta de São Miguel Arcanjo já é também uma resposta: ora, ninguém é como Deus! Por isso é-nos um grande auxílio na luta contra o demônio e a soberba. Nessa constante tentação de nos tornarmos deuses das nossas vidas, escolhendo nós mesmos o certo e o errado, o bem e o mal, São Miguel, novamente com seu grito, nos recorda aquele caminho de felicidade que nos leva a uma vida plena. Expõe a verdade e coloca ordem na relação criador-criatura. Em meio ao caos da vida cotidiana, o arcanjo ilumina nosso discernimento para que possamos ordenar os pensamentos.

São Gabriel – que significa força de Deus – é aquele que bateu à porta de Maria, anunciando a salvação dos homens. Naquela ocasião, ele apareceu a sua Rainha e ela deu-lhe a resposta mais simples e mais grandiosa que uma pessoa poderia dar: sim.

O Papa Bento XVI disse que ainda hoje esse mensageiro bate às portas dos nossos corações, querendo ver encarnar ali o Verbo de Deus. “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa” (Ap 3, 20). Deus quer através desse anúncio preencher nossas vidas de sentido. E nós, diante do toque na porta que nos anuncia que Cristo quer fazer-se carne em nossas vidas, o que respondemos?

O último dos três arcanjos é Rafael, o mensageiro de Deus que ajudou Tobias em sua jornada. O arcanjo cura Sara, a cegueira de Tobit, e assim revela, em seu nome, o amor do Pai por suas criaturas: Deus cura.

Todos nós somos esta mulher e este homem feridos e precisamos de cura. E Deus, diante desse mal, seja ele físico ou espiritual, não é indiferente. O Salmo 147 proclama a bondade de Deus, que “cura os corações despedaçados e cuida dos seus ferimentos”. São Rafael Arcanjo é saúde para a nossa peregrinação, cura para nossas chagas e sinal do amor de Deus, que caminha ao nosso lado e nos livra do mal.

É interessante notar a postura de Rafael quando Tobias tenta recompensá-lo pelo serviço contratado. Ele prontamente se revela como um dos sete anjos que contemplam a presença do Senhor e responde: Bendizei a Deus e celebrai-o!

Talvez esteja aí, na contemplação revelada por São Rafael, o segredo para que nós também sejamos, como esses três arcanjos, poderosos executores da vontade divina. Talvez aí, na presença de Deus na oração, esteja o segredo dos santos, que praticavam docilmente a vontade de Deus.

Que o Senhor nos conceda a graça de percorrer a estrada da vida sempre amparados por esses exímios protetores. Que Miguel nos ajude na luta que arrisca nossa salvação. Que Gabriel rompa as portas dos nossos corações com o anúncio da vida eterna. Que Rafael segure em nossas mãos e nos conduza por caminhos seguros.

São Miguel, São Gabriel e São Rafael, rogai por nós!


Por Alonso Dias Marques Neto  – E-mail

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *